Pré-Inscrição

20 anos de convênio: Isnard Marshall

20 anos de convênio: Isnard Marshall

No ano de 2019, a MMurad completa 20 anos como conveniada da Fundação Getúlio Vargas. Em comemoração a este marco, entrevistamos algumas peças-chave para esta conquista.

O professor Isnard Marshall, atualmente coordenador do MBA em Gestão Empresarial, por exemplo, é uma delas. Ele conhece a MMurad/FGV desde os seus primórdios, antes mesmo do convênio se tornar realidade, em 1998, e ajudou muito em todo o processo.


Confira a entrevista completa!


MMurad/FGV: Como foi o processo para a MMurad se tornar conveniada FGV e como você conseguiu ajudar nesse processo?
Isnard Marshall: Isso aconteceu há 20 anos. A Fundação Getúlio Vargas estava promovendo ações de oferecer educação continuada para todo o país.

A Fundação, historicamente, sempre atuou muito forte contribuindo para o desenvolvimento socioeconômico do Brasil na parte de educação específica, tanto no Rio de Janeiro como em São Paulo. Mas ela viu a necessidade de expandir, de forma a garantir que o aluno tivesse uma educação continuada de altíssimo nível.

A Fundação começou então a entrar em contato com instituições que poderiam ser parceiras nesse processo. A MMurad na época foi contatada, dentre outras instituições que atuam na região da Grande Vitória. Ela passou por um processo de análise documental, seleção, análise do plano de negócios e, por fim, foi convidada a ser a representante da FGV na região da Grande Vitória.

Eu tinha o papel de identificar e capacitar empresários para assumirem a atividade educacional da Fundação em diversas regiões. Nesse sentido, fui responsável pela capacitação, identificação e treinamento dos executivos da MMurad.


MM/FGV: O que é o Programa de Conveniados da FGV?
IM: A Fundação Getúlio Vargas foi criada em 1944 com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento socioeconômico do país. Dentre as diversas atividades, uma delas é a educação. Havia a necessidade de capacitar não só as pessoas que estavam no Rio de Janeiro e São Paulo. O executivo precisava se deslocar até essas localidades para ter acesso à educação continuada da FGV. Passamos a levar a Fundação a onde o aluno estuda, trabalha e mora, permitindo que ele tenha acesso a uma educação de alto nível sem precisar se deslocar.


MM/FGV: Quais são os principais requisitos conseguir o convênio?
IM: No início, a Fundação tinha uma preocupação de colocar o convênio na mão de pessoas extremamente profissionais e competentes que pudessem levar o nome da FGV para as diversas regiões do país. Por conta disso, foram solicitadas diversas informações de cada potencial candidato ao processo de licitação. Toda documentação foi analisada, não só da empresa, mas dos sócios das empresas.

Foi solicitado que a unidade conveniada desenvolvesse um plano de negócios, após uma avaliação econômica do potencial daquela região, em que seriam oferecidos os cursos de MBA.

Uma forma de estimular que a unidade conveniada pudesse investir adequadamente na estrutura e no marketing necessários para a divulgação da marca. Após o plano de negócios,foram desenvolvidos novos desafios, programas e conteúdos para que o conveniado pudesse sempre estar interessado em oferecer um leque bastante amplo da FGV.

Após a assinatura do contrato, a Fundação monitora o desempenho da unidade conveniada por intermédio de vários fatores, que incluem a avaliação de alunos, professores e coordenadores, mas também auditoria de campo e ouvidoria, que são instrumentos que levantam pontos que precisam ser melhorados no processo dos conveniados.

MM/FGV: Você tem algum momento mais memorável na instituição?
IM: No momento que a FGV percebe que os empresários começaram a levar um conteúdo de extrema relevância para a empresa e a partir disso, gestores, diretores comentavam o excelente nível de competência empresarial das mesmas. Tudo isso fez parte de momentos memoráveis. Sabermos que estávamos dando um conteúdo que de alguma forma aumentava a qualificação das organizações. 

Do ponto de vista da MMurad, nesses 20 anos de parceria, milhares de alunos passaram pelo banco de alunos. A MMurad vem sendo considerada uma das melhores instituições parceiras da FGV. Ela se destaca pelo respeito, profissionalismo e o relacionamento entre todos os coordenadores e alunos. Realmente, é uma grande instituição parceira da FGV.Há de se destacar também as ampliações das instalações e as mudanças estruturais que foram feitas para oferecer uma melhor estrutura de ensino e aprendizagem para os alunos.

A MMurad até já foi premiada como a melhor parceira da FGV por nove anos consecutivos.


Comemore com a MMurad/FGV os 20 anos como conveniada! Fique ligado nos próximos conteúdos especiais!

Whatsapp