Pré-Inscrição

Como gerenciar processos de uma maneira assertiva

Como gerenciar processos de uma maneira assertiva

Para gerenciar processos de uma maneira assertiva é preciso gerenciar também seus indicadores.

Sem eles, a gestão da empresa pode ser considerada de alto risco.

Com eles, tudo tende a ficar mais fácil, na medida em que os indicadores jogam luz sobre as questões com as quais a equipe lida e, na claridade, aumentam-se as chances de se tomar decisões mais adequadas.

Saiba mais!

A importância dos indicadores

“Os indicadores (ou indicadores de desempenho) permitem conhecer o estado atual dos objetos com que a empresa e o gestor lidam (processos, produtos/serviços e projetos), naturalmente sem deixar de considerar a qualidade das pessoas que compõem as suas equipes”, explica a professora e coordenadora do MBA em Gestão: Business Process, Maria Elisa Macieira

Ainda segundo Maria Elisa, não dispor de indicadores adequados, como é relativamente comum em muitas organizações, é estar despreparado para comandar equipes, programas e projetos. 

Identificação e interpretação

Saber identificar e interpretar indicadores é condição indispensável para evitar que, em qualquer tipo de atividade, os gestores corram riscos desnecessários. 

“Quando os gestores sinceramente aplicados não dispõem de indicadores adequados, o efeito mais comum é ter percepção de que estão desesperadamente ocupados e que não há tempo para solucionar as múltiplas e inadiáveis demandas. Essa síndrome, no mais das vezes, é resultado apenas de uma armadilha preparada por eles mesmos, em face de, por falta de referências ou medidas, serem incapazes de determinar os gargalos, separando o que é importante do que é urgente”, conta a coordenadora.

Evitando a “cegueira do ambiente”

Nesse contexto, existe uma tendência dos gestores desenvolverem a chamada “cegueira do ambiente”, condição que os tornam incapazes de chegar às raízes dos problemas. 

Para Macieira, eles, nessas condições, agem por impulso, contratando até mais pessoas para a equipe, tratando apenas os efeitos, não as causas dos problemas. 

“Nossa torcida é para que os gestores reflitam frequentemente sobre os benefícios de adotarem a gestão de processos, combinado com o gerenciamento de indicadores, levando em conta que “o processo de melhorias contínuas numa organização é uma corrida sem linha de chegada”, finaliza a professora.

Considerando esse contexto, o MBA em Gestão: Business Process oferecido pela FGV apresenta ao aluno as diversas disciplinas para gestão de processos, destacando a disciplina Gerenciamento de Desempenho de Processos que, além do conteúdo conceitual sobre o tema, apresenta uma metodologia para implementação de um sistema de gestão de indicadores.

Faça sua pré-inscrição e garanta condições especiais!