Pré-Inscrição

Como melhorar o seu marketing pessoal

Como melhorar o seu marketing pessoal

Quem você quer que as pessoas enxerguem em você?

“Vista-se para o emprego que você quer, não para o que você tem”. Esta frase, que originalmente falava, sim, sobre vestuário, hoje pode ser lida de forma mais ampla. Antes de promover alguém, gestores querem se certificar de que esta pessoa consegue lidar com novas responsabilidades. Claro que um executivo de chinelo não faz boa figura. Mas outras esferas de sua imagem profissional são mais importantes do que um terno bem ajustado.

Este conselho é ainda mais importante quando falamos de jovens executivos recém-promovidos. Boa parte dos profissionais fracassam menos de 18 meses após serem promovidos para um cargo executivo. Este fracasso pode ser explicado por quatro pontos principais, todos eles relacionados à forma com que o profissional monta seu marketing pessoal.

Não deixe que outros contem a sua história

Ao assumir um cargo importante, é comum que o executivo torne-se algo mais que a simples pessoa. Ele passa a ter uma aura que inspira e que amedronta. Essa transformação geralmente é gerada por uma união de sua autoimagem e da figura que os seus funcionários – geralmente subordinados – criam dele. O novo executivo deve estar sempre atento se a sua “lenda” não está saindo do controle. Se for o caso, ele deve conversar com os colegas de forma aberta e esclarecer mal entendidos.

Para um líder, não existe conversa fiada

Da mesma forma que a promoção pode distorcer a percepção que as pessoas têm de um executivo, suas palavras também têm um poder diferenciado. Aquela amenidade que ele comentou na cozinha da empresa pode ter diversos “significados ocultos” atribuídos pelos colaboradores. Ele agora está em um jogo de gente grande, e deve medir suas palavras, mesmo ao falar do clima ou do jogo do final de semana.

Tudo mudou. Acostume-se

Se o que o executivo fala agora tem significado diferente, o que ele ouve também mudou. Antigos colegas, agora subalternos, não vão mais passar tantas informações para ele. O medo da punição ou a busca por uma avaliação positiva pode distorcer a quantidade e qualidade dos fatos que chegam até o gestor. Ele deve aceitar que essa comunicação pode nunca voltar a ser o que era, mas pode minimizar esse efeito com reações justas e coerentes, que deixem a equipe segura.

Para novas regras, novas conexões

Com o novo cargo, é comum que o gestor se sinta um aluno no primeiro dia de aula. Cada ambiente tem suas políticas e regras não ditas. Enquanto ele não se acostumar com a mudança, poderá enfrentar atritos e conflitos com os novos colegas de mesma hierarquia e com os ex-colegas que “ficaram para trás”. Isso é normal e deve ser abordado de forma aberta e sincera, ainda que profissional.

Como vimos, construir uma imagem profissional é um esforço que deve ser muito bem dosado. Ainda mais se falamos de pessoas em novos cargos e desafios. Este profissional deve reconhecer seu novo status e alinhar suas expectativas, comportamento e até personalidade.

Nem melhor, nem pior. Apenas diferente.

Óbvio que os seres humanos têm as mais variadas formas, cores, cabeças e credos. Estabelecer um ideal de personalidade para seus gestores ou colaboradores pode parecer prático, mas é uma má ideia. Ao explorar as diferentes contribuições que cada tipo de profissional pode oferecer à empresa, o gestor é premiado com uma combinação de talentos que é mais que a soma de todos.

Além disso, ele será reconhecido por seus colaboradores como alguém de visão, o que os motivará.

Existem algumas maneiras de classificar as personalidades dos colaboradores de uma empresa e a imagem profissional que cada um passa. A primeira delas, mais simples e objetiva, é esta:

Extrovertidos x Introvertidos

Houve um tempo em que as empresas buscavam apenas profissionais imponentes, que falavam a sua opinião, eram os líderes nas reuniões e os reis nas festinhas. Os tímidos, calados, eram vistos como pessoas inseguras e fracas, muitas vezes forçadas a lutar contra essa natureza para conseguir sucesso profissional. Hoje isso mudou, e percebemos que cada perfil possui suas vantagens.

Os extrovertidos, por exemplo, ajudam a vocalizar questões que o restante da equipe tem, mas prefere não se pronunciar. Além disso, como “Quem cala, consente”, profissionais mais francos e assertivos acabam evitando que a balança pese para o lado errado por omissão. Por fim, extrovertidos em geral costumam tornar-se líderes, motivar equipes e inspirar os introvertidos.

Já estes, por sua vez, contribuem para o trabalho de diversas formas. Os introvertidos, por exemplo, costumam ser mais respeitosos, guardando para si opiniões polêmicas e evitando conflitos.

Eles também costumam lidar melhor com os momentos onde a melhor saída é assumir que não se sabe uma resposta, adotando uma posição mais reflexiva e capaz de aprender. E, é claro, quem fala menos, ouve mais. Pessoas mais quietas são percebidas como bons ouvintes e companheiros.

>> Leitura recomendada: Calados x Tagarelas: As vantagens de cada perfil profissional

 

O eneagrama da imagem profissional

Outra forma comprovadamente eficaz de entender mais sobre sua imagem profissional e definir seu marketing pessoal é o Teste Eneagrama. Criado pelo pesquisador boliviano Oscar Ichazo e aperfeiçoado pelo psiquiatra chileno Claudio Naranjo, o teste ainda se mantém atual mesmo após mais de 60 anos de aplicação. Embora não seja normalmente utilizado por psicólogos, o teste é bastante popular em ambientes corporativos.

Com ele, você consegue definir, dentro de um espectro de nove personalidades, em qual você se encaixa melhor. Você é um Pacifista? Questionador? Individualista? Cada um dos perfis exerce uma função importante nas organizações. Reconhecer de qual destes perfis você mais se aproxima é essencial para entender seu próprio papel, e como trabalhar sua imagem profissional.

Marketing pessoal também se constrói no trabalho coletivo

Quando cada um faz sua parte para alcançar os objetivos da empresa, todos conseguem construir juntos bons resultados e, consequentemente, uma imagem profissional forte.

Leia na íntegra aqui

Whatsapp