Pré-Inscrição

Como sair na frente no mercado imobiliário em 2019

Como sair na frente no mercado imobiliário em 2019

O mercado imobiliário em 2019 mostra um cenário mais positivo para empresários e investidores.

Apesar da retomada aparentemente lenta, grande parte das incorporadoras e construtoras imobiliárias já vêm realizando grandes lançamentos e prevê ainda mais deles até o final do ano.

Dentro desse contexto, algumas dicas podem ser valiosas na hora de sair na frente no mercado imobiliário ainda em 2019. Veja quais e avance neste que é um dos mercados mais tradicionais e pujantes da economia brasileira!

Esteja atento à Região Sudeste

A competição na Região Sudeste está acirrada este ano. Isso porque a região é a grande praça de prospecção e investimentos dos empresários.  É o que afirma a pesquisa “Perspectiva de Mercado”, da Associação para o Desenvolvimento Turístico e Imobiliário do Brasil (ADIT Brasil).

Segundo o estudo, realizado com empresários do setor entre o fim de 2018 e início de 2019, 34% dos empresários investirá na região este ano.

Quem aparece como segundo maior local de investimento é a Região Nordeste (26%), seguido pela Sul (25%), Centro Oeste (12%) e Norte (3%).

Assim, vale uma atenção maior na região que abarca Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e o Espírito Santo, que promete um boom no mercado.

Utilize o CRM imobiliário

Em um cenário digital como o que vivemos, não dá para ficar refém de milhares de papéis e tabelas de Excel, não é mesmo? Uma das ferramentas imprescindíveis para um bom gestor imobiliário é o uso de um CRM voltado para o mercado imobiliário.

Nele, você consegue armazenar todas as informações dos clientes e o seu relacionamento com eles, desde o primeiro contato com a incorporadora e construtora até a conversão em venda. 

Além disso, com o CRM você também consegue uma melhor organização de sua carteira de clientes, tendo uma visão geral de tudo e conseguindo pensar estrategicamente os seus próximos passos. 

Contratos digitais

Seguindo o mesmo princípio de uma melhor gestão e um uso mais sustentável de papéis, uma prática que também tem sido adotada pelos grandes players do mercado imobiliário é o uso de contratos digitais.

Com ele, além da sustentabilidade, a segurança também é garantida. Os contratos digitais são criptografados de ponta a ponta, o que assegura a identidade e dados de corretores, gerentes e clientes – algo que o contrato impresso não traz.

Sem falar na praticidade e no ganho de tempo e produtividade para os dois lados. O contrato digital pode ser assinado em qualquer lugar do mundo, sem que, necessariamente, o comprador precise ir até a construtora.

Invista em sua capacitação e na de seus colaboradores

Se capacitar nunca é demais. E isso vai de participação em congressos e workshops até cursos e especializações mais robustas.

Uma dica é o Conecta Imobi, o maior evento de marketing, vendas e tecnologia voltado para o mercado imobiliário.

São mais de 6 mil profissionais do mercado totalmente voltados para imersão e networking, em dois dias de evento – esse ano, ele será realizado nos dias 24 e 25 de setembro, em São Paulo.

O MBA em Gestão: Incorporação e Construção Imobiliária da MMurad/FGV também é outra dica valiosa. A especialização desenvolve uma visão holística das atividades de desenvolvimento imobiliário, com foco nas atividades de incorporação e construção de edificações.

“O conteúdo inclui desde fundamentos básicos para a gestão de negócios até as etapas essenciais do ciclo de vida dos empreendimentos imobiliários, passando por tópicos específicos de áreas afins e pelo desenvolvimento de habilidades gerenciais”, explica o coordenador do curso, Daniel Falcão.

A turma da especialização, inclusive, já está confirmada, com aula inaugural no dia 30 de maio. Inscreva-se aqui.

Whatsapp