Pré-Inscrição

Metodologia OKR: o que é e como aplicá-la nos negócios

Metodologia OKR: o que é e como aplicá-la nos negócios

O planejamento e execução de estratégias são os principais desafios das organizações. No contexto de globalização em que estamos inseridos, isso só reforça a importância de que uma estratégia bem consolidada é essencial para o bom funcionamento das empresas. 

Com o surgimento de novos modelos de negócios inovadores e as startups, diferentes métodos de gestão começaram a ser aplicados para acompanhar o ritmo acelerado e dinâmico desse cenário. 

É aí que a metodologia OKR entra em cena. 

Desenvolvida pelo ex-CEO da Intel, Andrew S. Grove, os Objectives and Key Results (OKR) se tornaram populares em 1999, quando John Doerr, um dos investidores do Google apresentou a metodologia para os colaboradores da empresa em volta de uma mesa de ping pong (sim, isso tudo aconteceu antes do Google se tornar “O Google”). 

Foi assim que o método ganhou fama. Por ter apoiado o crescimento do Google – empresa que em 1999 tinha 40 pessoas e hoje conta com 85 mil colaboradores – podemos ver que a técnica pode ser aplicada em pequenas empresas e também em grandes corporações. 

Mas você deve estar curioso(a) para saber o que essa metodologia tem de tão especial que fazem empresas crescerem tanto, certo?

Sem mais delongas, confira então o que é e como funciona a metodologia OKR!

O que são os OKRs? 

Os OKRs consistem em uma ferramenta de gestão para definição de metas, que você pode listar tudo o que precisa e como será feito. Além disso, os processos de medição de desempenho são muito bem especificados durante todo o procedimento. 

Segundo a Líder de Pessoas e Culturas do will bank, Caroline Alves, que falou sobre o assunto em participação na live do MMurad Convida (clique para assistir), “os OKRs nascem de incertezas nas empresas, sendo uma metodologia que as ajuda a ter muito mais foco. Os KRs garantem que aquele resultado foi entregue”.

As diferenças desse sistema de gestão para os métodos tradicionais são: simplicidade nos processos e cadência rápida; necessidade de um grande engajamento de todos os colaboradores; processos ágeis e de desempenho e foco total nos resultados. 

De um modo bastante simplificado, a metodologia que define metas funciona da seguinte forma: 

“Eu vou” (objetivo)

“medido por” (conjunto de resultados-chave) 

Seguindo esta ideia, os OKRs possuem dois principais componentes: 

  1. Objetivos (O): direção desejada e concisa estabelecida pela empresa. Para se ter um bom objetivo, ele precisa ser descrito para que os colaboradores possam imaginar o impacto que ele irá trazer para a empresa, caso consigam alcançá-lo. 
  2. Resultados-chave (KR): são as metas com impacto direto no atingimento do objetivo, caso seja alcançado com sucesso. 

É importante se lembrar que os objetivos são qualitativos e os KRs são quantitativos. 

Para você entender melhor na prática como a metodologia OKR funciona, separamos um exemplo bem legal na área do marketing digital, explicado pela Resultados Digitais

O1: Preciso de uma base incrível de leads

KR1: Ter 5 parcerias para link building. 

KR2: Aumentar em 20% o número de leads gerados por mês no final do trimestre.

KR3: Atingir 2.000 leads gerados por Mídia Paga. 

Estratégias para utilizar Metodologia OKR

Aprendemos até aqui que o método OKR é relativamente simples. Mas não é possível aplicá-lo somente com os objetivos e os resultados-chave como vimos até aqui. 

Por isso, confira 5 estratégias que irão te ajudar a desenvolver OKRs e que realmente irão gerar resultados. 

Compartilhe os OKRs com sua equipe

Compartilhar e ser transparente são fatores importantes para que sua equipe atinja o sucesso. Pensando nisso é que você deve deixar bem claro para sua equipe todas os OKRs feitas até o momento. 

Assim, eles se sentirão parte importante da engrenagem e isso trará muitos benefícios.  

Defina metas

O primeiro passo é definir metas claras e que sejam possíveis de serem atingidas. E nunca se esqueça de que cada meta deve ter um prazo estabelecido. Por isso defina também uma data de término do processo. 

Faça divisão das tarefas 

É importante que todos os colaboradores da empresa estejam envolvidos nesse processo. E uma divisão de tarefas de acordo com o conhecimento de cada um irá ajudar a atingir os resultados da melhor forma possível. 

Acompanhamento constante

Se você é o gestor da empresa, você deve acompanhar constantemente o trabalho da sua equipe. 

Para isso, você pode fazer uma análise semanal completa de todo o trabalho executado, pois assim será mais fácil de fazer correções rápidas em caso de algum processo mal executado. 

Foque em seus resultados 

Focar a atenção nas suas métricas de resultado é parte importante de todo o processo. Elas serão o norte para que você entenda o funcionamento dos mecanismos da empresa e o que estão fazendo para alcançar os seus objetivos. 

“O grande objetivo do OKR é te ajudar a ter foco e a dar um holofote pros principais problemas e seus consequentes resultados. Foque nisso”, completa a Líder de Pessoas & Cultura do will bank, Caroline Alves.

Assista novamente a live sobre o OKR em nosso IGTV.