Pré-Inscrição

Obras de ferrovia entre Cariacica e Anchieta começam no final de 2021

Obras de ferrovia entre Cariacica e Anchieta começam no final de 2021

Cariacica e Anchieta, em breve, terão uma ferrovia ligando os dois municípios. A expectativa é que as obras comecem já em 2021.

Saiba mais detalhes deste importante investimento de infraestrutura para o Espírito Santo!

Iniciativa do governo federal

Recentemente, o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, anunciou uma novidade muito aguardada pelos capixabas: o início das obras da ferrovia que ligará os municípios de Cariacica e Anchieta. A previsão é que tudo comece entre o final de 2021 e o início de 2022!

Esse é o primeiro trecho da Estrada de Ferro Vitória-Rio (EF 118), que promete unir  as duas capitais da Região Sudeste. Inclusive, a mineradora Vale é a responsável por todo projeto de engenharia da nova ferrovia, bem como pela construção desse trecho inicial, devido a um acordo feito com o governo federal.

Nesse acordo, em troca desses serviços que serão prestados pela empresa, o governo concede a prorrogação antecipada do contrato de concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM), ferrovia que transporta carga e passageiros há mais de um século entre os dois Estados. 

O contrato vence apenas em 2027, mas, com o acordo, será renovado antes desse ano. Ou seja, ambos sairão ganhando!

A expectativa é que as obras recebam investimentos no valor total de R$ 2,5 bilhões.

Outros trâmites 

A nova infraestrutura atenderá no primeiro momento ao Porto de Ubu e a Samarco, em Anchieta. Lá na frente, com a ferrovia toda pronta, o Porto Central, em Presidente Kennedy e o Porto de Açu, em São João da Barra, no Rio de Janeiro, também serão beneficiados. 

Inclusive, estar ligado a esses pontos importantes é um desejo antigo do setor produtivo capixaba, já que isso reduzirá de forma considerável os custos por frete. 

E não é só isso. As oportunidades também vêm de outra forma. É que mesmo a primeira parte da EF 118 sendo construída pela Vale (72 quilômetros da linha férrea), não significa que a mineradora será responsável pela operação. 

Após as obras ficarem prontas, o governo federal abrirá uma nova concessão que determinará qual empresa será responsável por essa função. 

A organização que for escolhida será, ainda, a responsável por terminar as obras até o Rio de Janeiro. 

Retomada econômica

Essa é uma das grandes modernizações previstas para o Espírito Santo, que promete dar uma movimentada na economia capixaba, gerar empregos e novos negócios, além de, é claro, contribuir para a logística do Estado!

Apenas no desenvolvimento do primeiro trecho, espera-se ofertar mais de 1,8 mil empregos diretos, segundo estimativa da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes). Nos próximos anos, esse número pode chegar a 65 mil pessoas. 

Além disso, a Vale se comprometeu a fazer investimentos de melhorias nas malhas da EFVM. Até 2037, são estimados R$ 8,5 bilhões de recursos nessa ferrovia.

E, você? Está preparado para todas essas novidades e a retomada econômica pós-pandemia? Com um MBA FGV, é possível se destacar no mercado de trabalho e sair na frente.

Fique de olho! Conheça nossas especializações e eleve sua carreira a um novo patamar.