Pré-Inscrição

3 práticas em alta que podem transformar a sua empresa digitalmente

3 práticas em alta que podem transformar a sua empresa digitalmente

Você já domina as práticas de Data Science, Transformação digital ou E-commerce? Saiba que essas novas tendências podem revolucionar as empresas! 

Preparamos um conteúdo especial para você entender mais sobre cada um desses termos e ainda, descobrir os principais benefícios!

Confira!

Data Science 

Conhecido como Ciências dos Dados, o Data Science é o estudo de informações importantes relacionadas ao negócio. Basicamente, serve para que a empresa armazene, lide e faça a integração dos dados coletados e, ainda, ajuda a nortear caminhos a serem seguidos e descobrir novas soluções. 

Hoje, esta área é de vital importância. Se, antes, as empresas precisavam lidar com dados estruturados e em pouco volume, como planilhas do excel, agora, há informações muito mais complexas. 

Arquivos de texto e áudio, por exemplo, são alguns dos dados não estruturados – onde há informações não organizadas em categorias – que as organizações precisam lidar a todo momento. O Data Science está aí para ajudar nisso. Ele não apenas explica o que está acontecendo no presente, mas também dá indícios significativos para o que vem lá na frente. 

Com profissionais que são especialistas em dados, os gestores de empresas conseguem ter em mãos análises minuciosas de dados crus e, por consequência, ter valiosos insights. 

Inclusive, muitos empresários já entendem os motivos de contratarem os cientistas de dados. Prova disso é que, de acordo com uma pesquisa realizada pelas empresas MicroStrategy e Hall & Partners, 60% das empresas brasileiras tomam decisões baseadas em dados, ou seja, eles são decisivos nas estratégias diárias!

É questão de tempo para todas as organizações perceberem as vantagens desse universo!

Conheça também: MBA em Gestão: Big Data e Business Analytics

Transformação digital 

Outra tendência que já chegou para ficar nas empresas é a transformação digital. 

Muitos processos que orientavam os negócios antes do surgimento da Internet não fazem mais sentido de continuarem sendo aplicados. Por isso, a era digital veio para mostrar que há ações eficientes e práticas no mercado!

Entendendo esse contexto, a transformação digital pode ser conceituada como o processo das empresas se apropriarem da tecnologia, com o objetivo de melhorarem o desempenho e garantir resultados mais proveitosos.

É importante ressaltar que não basta criar uma fanpage ou blog corporativo. Essa tendência condiz com uma mudança radical no dia-a-dia das organizações, de forma que a tecnologia transmita um papel estratégico central, não uma mera presença superficial.

Dessa forma, se torna um desafio de gestão do que apenas de marketing ou tecnologia. 

É o dono da empresa compreender que a experiência do usuário importa em toda e qualquer tipo de mudança tecnológica que for colocada em prática. Ele nunca deve ser segundo plano quando o assunto é transformação digital. 

De acordo com a pesquisa Business Impact Insights, realizada pela CI&T em parceria com a Opinion Box, em abril de 2019, 73% dos executivos veem justamente essa tendência como maior desafio. 

E, ainda, 60% afirmaram ser “muito difícil” convencer os demais gestores sobre a necessidade de investir em tais mudanças.

Pensando nisso, a MMurad|FGV conta com o MBA em Gestão: Inteligência em Negócios Digitais, feito para ajudar e proporcionar aos participantes uma visão holística dos fundamentos e das boas práticas relacionados às plataformas digitais, suas implicações nas organizações e no comportamento dos consumidores. Saiba mais sobre ele aqui. 

E-commerce 

Em 2019, o e-commerce brasileiro cresceu 22,7% em relação ao ano anterior e faturou R$ 75,1 bilhões, segundo o relatório NeoTrust 2ª edição! 

No início deste ano, com a pandemia do novo coronavírus, o salto foi ainda maior.  E mesmo com uma maior flexibilização, em todo Brasil, no mês de agosto, por exemplo, os número do comércio eletrônico continuam lá no alto. Prova é que, de acordo com o índice MCC-ENET, desenvolvido pelo Comitê de Métricas da Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico (camara-e.net) em parceria com o Movimento Compre & Confie, o mês de agosto de 2020 teve alta de 76,46% nas vendas se comparado com o mesmo período no ano passado. 

Percebendo a grande força dessa tendência para as empresas, agora, podemos explicar o seu conceito.  

E-commerce é uma modalidade de comércio onde todos os negócios e as transações financeiras são realizadas por meios eletrônicos, como computadores, tablets e celulares.

Nesse entendimento, vale destacar que loja virtual não é a mesma coisa que essa modalidade. 

A loja se restringe apenas ao site ou portal de vendas e é considerada apenas parte essencial do e-commerce, mas não o todo, já que ele envolve uma gama de processos. 

Tais processos se referem a digitalização integral de dois processos básicos da negociação, que são a venda e o atendimento ao cliente. Isso significa que toda sua estrutura de funcionamento é digital. Todo o processo é online!

Nesse sentido, entre as vantagens de implantar o e-commerce, estão a possibilidade de compra a qualquer hora, comparar preços e ter acesso aos melhores preços. 

São infinitas possibilidades e o melhor: tudo com apenas alguns cliques!

Agora que você já sabe quais as práticas que estão em alta no mundo globalizado e como eles podem transformar a sua empresa, que tal começar a colocá-los em prática? Aproveite para conferir também Transformação digital: o que os líderes precisam saber.